arquivo

Arquivo da tag: Andy Irons

Andy was an absolutely gifted individual. I’m lucky to have known him and had the times we had together. I feel blessed that we worked through the differences we had and I was able to learn what I’m made of because of Andy. We enjoyed many quiet times together with our girls in the last year and I got to know a happy, funny, innocent kid who was happy to live every second with the people he loved. I’m so sad. My thoughts are with Bruce and Lyndie and their parents and all of his many friends around the world. It’s a huge and far too premature loss for all of us. He was the most intense competitor I’ve ever known and one of the most sensitive people. He had so much life left in him and it hurts to think about. We look forward to his memory living on with our memories of him and his child on the way. There are a lot of uncles awaiting his arrival. I really miss Andy. He had a really good heart. With love, Kelly Kelly Slater

Taj Burrow na sessão de autógrafos na loja da Billabong

Ontem o tricampeão mundial Andy Irons, o atual primeiro colocado do WT Taj Burrow e a esperança portuguesa Tiago Pires deram uma sessão de autógrafos na loja da Billabong dentro de um shopping em São Paulo.

Cheguei no shopping por volta das 11:20 da manhã, ainda meio desacreditado porque tinha visto a notícia de que os três estariam lá na hora que eu acordei, as 10:30 da manhã. Pois é, vida de quem estuda de tarde é assim. Andando com uma certa pressa fui chegando perto da loja e comecei a ver uma multidão. “Nossa devem ser eles mesmo” pensei começando a cair na real.

Dentro da loja tinham menos pessoas do que eu pensava, “bacana”, mas o mais importante é que eles realmente estavam lá. Andy, Taj e Tiago bem perto de mim. Ainda não me acostumei em ver esses caras ao vivo, fico sempre com um baita sorriso na cara,o mesmo que eu fiquei quando vi o Rob Machado.

Como eu estava um pouco abobado demorei pra entender que para falar com os surfistas eu teria que pegar uma fila. Nessa hora encontrei os meus amigos Renato e Daniel, os caras que estão por trás do Hi-Scores e que quebraram um baita galho para mim. Como tinha saído correndo de casa, esqueci de ver se minha câmera tinha bateria e como a lei de Murphy nunca falha, é claro que ela não tinha. Quem tirou as minhas fotos ontem com os tops foi o Renato. Valeu cara!

Taj, eu, Isa (minha namorada) e Andy Irons

Bom, chegou a minha hora, primeiro Taj. Cumprimentei o aussie e mandei um “Good luck in Santa Catarina”, ele me respondeu “Thanks mate” com um sincero sorriso e arrastando um sotaque australiano enquanto assinava o meu pôster. Depois dele, Andy. O havaiano estava mais interessado em olhar a beleza natural brasileira, se é que vocês me entendem, do que estar lá dando autógrafos, mas mesmo assim foi muito educado comigo. Pra ser sincero não me lembro o que falei para ele. Por fim o grande Tiago. Logo de cara falei em bom português “Quebra tudo lá no sul, to torcendo por você”, ele deu uma risada e perguntou o meu nome para escrever no pôster. Pronto, foi rápido mas ganhei o meu dia trocando umas palavras com esses caras.

Saca e eu

Como eu queria ir assistir a etapa na Praia da Vila.

Fotos: Isabella Garcia e Renato Hiscores.

A conceituada revista norte americana, Surfline, lançou uma nova série de reportagens em seu site. Intitulada como Brothers, a coluna vai falar sobre alguns irmãos que fizeram história no surf mundial.

Para começar, o pessoal da revista desencanou de deixar o melhor para o final e entrevistou Bruce e Andy Irons logo de cara. O interessante da entrevista são as perguntas, que são as mesmas para os dois, e a relação dos irmãos que chocaria sua mãe se ela lê-se a reportagem.

Clique aqui para ler.

Steph Gilmore está cada vez mais próxima do quarto título mundial

O mar estava temperamental como de costume na praia de Bells. Logo após a tricampeã mundial Steph Gilmore tocar o sino no feminino e ter disparado na liderança do ranking, foi a vez dos homens caírem no mar. Dez baterias da etapa masculina do Rip Curl Pro Bells Beach foram disputas e como disse Julio Adler em um dos seus tweets direto da praia dos sinos, “Certas coisas nunca mudam”.

Logo de cara Andy Irons, Dane Reynolds e Nate Yeomans. Todo mundo esperava que Dane naquele mar pequeno, gordo e mexido ia dar show com toda sua progressividade, mas Andy surpreendeu. O tricampeão mundial veio com tudo, superou os americanos com duas ondas bem surfadas, nada de novo, porém bem surfadas, somando 14.33 pontos e se mostrou feliz novamente em entrar na água com uma lycra de competição.

Mineirinho passou direto para a terceira fase

Depois de algumas baterias mornas, Kelly Slater acordou a galera que estava assistindo a transmissão do campeonato de madrugada aqui no Brasil e fez a melhor apresentação do dia até então. Infelizmente um dos adversários de Kelly foi o brasileiro Marco Polo, que surfou bem, melhor do que na Gold, mas não conseguiu de novo bater o careca. Na bateria seguinte Adriano de Souza não deixou nada passar e surfou muito contra Kekoa Bacalso e o rookie Blake Thorton. Mineiro estava frenético, ele pegava uma onda e quando mal chegava de volta ao outside já entrava em outra, em uma delas o brasileiro mandou um bom aéreo e arrancou um belo 7.07 dos juízes.

Taj e Mick fizeram a lição de casa e na penúltima bateria do dia Gabriel Medina entrou em ação. O moleque de Maresias caiu contra dois aussies de peso, Joel Parkinson e Chris Davidson, e mostrou muita personalidade. Medina surfou tranquilo, na primeira onda quase completou um baita aéreo, mas terminou em segundo na bateria perdendo para o atual campeão em Bells. Diga-se de passagem, Parko teve um pouco de sorte com as suas ondas que abriram até as pedras e deixaram o caminho para a terceira fase mais fácil.

Parko contou com a sorte na nona bateria do dia

RIP CURL PRO BELLS BEACH ROUND 1 RESULTS:
Heat 1:
Andy Irons (HAW) 14.33, Dane Reynolds (USA) 8.56, Nate Yeomans (USA) 8.40
Heat 2: Luke Stedman (AUS) 12.66, Matt Wilkinson (AUS) 9.77, Damien Hobgood (USA) 7.84
Heat 3: Jeremy Flores (FRA) 10.50, Bobby Martinez (USA) 10.43, Tanner Gudauskas (USA) 7.73
Heat 4: Tiago Pires (PRT) 11.60, Travis Logie (ZAF) 5.73, C.J. Hobgood (USA) 4.83
Heat 5: Kelly Slater (USA) 14.00, Marco Polo (BRA) 8.16, Mick Campbell (AUS) 7.84
Heat 6: Adriano de Souza (BRA) 15.07, Blake Thornton (AUS) 11.56, Kekoa Bacalso (HAW) 10.77
Heat 7: Taj Burrow (AUS) 14.26, Daniel Ross (AUS) 13.27, Neco Padaratz (BRA) 9.13
Heat 8: Mick Fanning (AUS) 13.73, Kai Otton (AUS) 11.23, Stuart Kennedy (AUS) 12.00
Heat 9: Joel Parkinson (AUS) 16.00, Gabriel Medina (BRA) 10.33, Chris Davidson (AUS) 8.83

REMAINING RIP CURL PRO BELLS BEACH ROUND 1 MATCH-UPS:
Heat 11:
Jordy Smith (ZAF), Patrick Gudauskas (USA), Jay Thompson (AUS)
Heat 12: Taylor Knox (USA), Michel Bourez (PYF), Adam Melling (AUS)
Heat 13: Tom Whitaker (AUS), Jadson Andre (BRA), Brett Simpson (AUS)
Heat 14: Kieren Perrow (AUS), Ben Dunn (AUS), Dusty Payne (HAW)
Heat 15: Fredrick Patacchia (HAW), Owen Wright (AUS), Drew Courtney (AUS)
Heat 16: Dean Morrison (AUS), Luke Munro (AUS), Roy Powers (HAW)