Dia do Brasil na Gold Coast

Kelly Slater, como sempre, causando alvoroço no 5 dia do Quiksilver Pro Gold Coast

Tudo o que é bom a gente deixa pro final, para o pessoal da Quiksilver não é bem assim.

Ontem, logo de cara na primeira bateria do dia, Adriano de Souza e Jadson André se enfrentaram e deram show. Mostraram que o Brasil é sim uma das potencias mundiais do surf.

Mineirinho é candidato ao título da etapa

Mineirinho apresentou um surf digno de campeão, melhor do que isso, mostrou que realmente é um dos 5 melhores surfistas do WT, dispensa comentários. Agora, enquanto os aussies tem Owen Wright e os americanos tem Dane Reynolds, nós temos Jadson André, pera deixa eu repetir, Jadson André. O potiguar certamente assustou muitos desses rookies que todo mundo anda falando que são a salvação e surfou, sua primeira etapa do tour, como macaco velho, fez o que nenhum Gudaskas, ou Wilko fez. Se não fosse Adriano, certamente Jadson só ia cair diante de Kelly, Mick, Bede ou Joel. Os dois brasileiros travaram uma das melhores baterias do Quik Pro Gold Coast até agora.

Jeremy Flores voltou em grande estilo

Jeremy Flores voltou em grande estilo

Jeremy Flores foi outro que impressionou. O francês passou grande parte do ano passado cuidando de uma contusão no tornozelo e quase se matou na bateria contra Dane Reynolds. Infelizmente para Jeremy, Dane é atualmente um dos surfistas mais bem julgadas do tour e no finalzinho do confronto o americano conseguiu vencer por 34 décimos. Reynolds deu rabetadas mais radicais e verticais, mas Jeremy surfou mais bonito, não pelas manobras, mas sim pela força de vontade. Foi quase que um replay da bateria entre Neco Padaratz e Damien Hongood. Na entrevista pós heat, Jeremy Flores, com um saco de gelo no mesmo tornozelo que machucou em 2009, disse algo como que teria de mudar de nacionalidade para vencer caras como Dane.

Joel Parkinson, Mick Fanning e Kelly Slater mostraram de novo que estão um passo acima dos outros surfistas. Bede Durbidge foi o melhor do dia.

Oitavas de Final:

1 Adriano de Souza (Bra) x Adrian Buchan (Aus)
2 Chris Davidson (Aus) x Taj Burrow (Aus)
3 Bobby Martinez (EUA) x Damien Hobgood (EUA)
4 Kai Otton (Aus) x Mick Fanning (Aus)
5 Joel Parkinson (Aus) x Fredrick Patacchia (Haw)
6 Daniel Ross (Aus) x Dane Reynolds (EUA)
7 Bede Durbidge (Aus) x Kieren Perrow (Aus)
8 Kelly Slater (EUA) x Jordy Smith (Afr)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: