O fim em Trestles

cheque

O australiano, campeão mundial em 2007, Mick Fanning levou para casa o troféu e a bolada de US$ 105 mil, a maior premiação da historia do surf mundial, após vencer Dane Reynolds na final do Hurley Pro Lower Trestles, neste último sábado.

Nas semifinais, Mick enfrentou um Kelly Slater embalado. Fanning conseguiu dois bons scores, 8.33 e 7.93,  na bateria enquanto Kelly não contou com a sorte. O eneacampeão mundial tentou pegar muitas ondas, mas nenhuma chegou aos pés das que o australiano conseguiu descer, no final, o careca somou apenas 10.74 contra 16.26 do aussie. Kelly Slater fez ótimas apresentações no campeonato deixando os outros surfistas incomodados. Com a 3° colocação em Trestles, ele alcançou a 6° posição no ranking e ainda está na briga.

Kelly Slater não se achou contra Mick Fanning

Kelly Slater não se achou contra Mick Fanning

Na outra semifinal, Dane Reynolds venceu Bede Durbidge. Os dois travaram um duelo de nível elevado, mas Dane encaixou melhor o seu power surf e despachou Bede. O australiano, que esta atualmente sem patrocínio, mostrou porque é o vice campeão mundial, surfando com muita maturidade nas ondas da Califórnia, Durbidge venceu Kai Otton, que vinha muito bem na competição e Adriano de Souza que até então era segundo colocado do ranking e estava muito concentrado para chegar as finais.

Dane Reynolds também não foi páreo para o aussie

Dane Reynolds venceu Bede Durbigde mas não foi páreo para Fanning

O meu favorito para a final era Dane Reynolds, que era o surfista que vinha apresentando o melhor surf até agora no Hurley Pro, mas o americano não se encaixou na agua contra Mick Fanning.

Mick mandou muito na final

Mick mandou muito na final

Em uma bateria onde as series estavam demorando para entrar, Dane ficou um bom tempo sem pegar uma onda e quando viu já era tarde, Mick já tinha conseguido somar 17.40 pontos. Depois de amargurar um segundo lugar no Hurley US Open e ver Brett Simpson levar o cheque de US$ 100 mil, o australiano não quis nem saber quem estava surfando contra ele. Pegou poucas porem boas ondas na final, onde apresentou um surf muito veloz e ágil, e venceu o Hurley Pro Lower Trestles 2009 com muito mérito. Com a vitória, o aussie meio albino chegou a segunda colocação no ranking mundial, apenas atrás de Joel Parkinson, que ainda tem uma bela diferença de pontos dos outros surfistas.

A festa no pódio

A festa no pódio

Depois desta estapa, o ranking ficou assim:

1 Joel Parkinson (AUS) 5486
2 Mick Fanning (AUS) 4550

3 Adriano de Souza (BRA) 4348

4 C.J. Hobgood (EUA) 4272
5 Damien Hobgood (EUA) 3974
6 Kelly Slater (EUA) 3906
7 Bede Durbidge (AUS) 3760
8 Taj Burrow (Aus) 3685
9 Taylor Knox (EUA) 3616
10 Bobby Martinez (EUA) 3582

11 Dane Reynolds (EUA) 3183

12 Tom Whitaker (Aus) 3167

12 Kieren Perrow (Aus) 3167

14 Jordy Smith (Afr) 3121

15 Kekoa Bacalso (Haw) 2977

16 Kai Otton (Aus) 2936

16 Mick Campbell (Aus) 2936

24 Heitor Alves (Bra) 2412


37 Jihad Khodr (Bra) 191

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: