Fim da terceira fase

BB948D3324E84DFC2406C52BEC1BCACF

Hoje o dia na Califórnia começou agitado. O queridinho do pico Dane Reynolds ia ser o primeiro a cair na água contra o australiano Ben Dunn. O sol até que apareceu mas as ondas pareciam que tinham dado uma fechada.

E lá foi Dane, mostrou um surf bem maduro, com manobras convincentes e muito bem mandadas, não preciso nem dizer que ele  venceu o aussie. Parece que finalmente Reynolds se soltou nas competições, diferente do marrento Jordy Smith.

Em seguida a bateria mais esperada do dia, Rob Machado contra Joel Parkinon, uma disputa que podia ser muito bem uma final de campeonato. Joel entrou em uma onda logo que a agradável buzina tocou, desceu ela mostrando confiança e dando a impressão de que ia ser muito difícil de Machado avançar no campeonato, mas não foi o que realmente aconteceu.  Rob pegou ótimas ondas enquanto Parko não conseguia fazer nada do que nos acostumamos a ver neste ano. No fim, Rob venceu por um placar apertado, 11.27 x 10.73. A impressão que deu foi de que o atual primeiro colocado do ranking não estava 100% com o tornozelo ou alguma outra coisa estava lhe atrapalhando muito, espero que na proxima parada ele esteja melhor, se não sua busca pelo inédito titulo mundial vai se complicar.

parko

Parko voltou para a casa mais cedo

Kelly de novo deu show, desta vez quem não teve nenhuma chance foi Brett Simpson. Slater não começou com altos scores como na última bateria, mas no meio arrancou um 9.0 dos juízes e depois um 7.83, confirmando que em Trestles ele é praticamente imbatível. O campeão do Hurley US Open somou apenas 9.24 em toda a bateria. Apesar da derrota, Brett fez um belo campeonato e mostrou que tem tudo para se dar bem no ano que vem se entrar para o World Tour.

O havaiano Keko Bacalso também carimbou sua ida as oitavas de final vencendo o australiano Chris Davidson, 12.50 a 10.46 pro gordinho. Depois de Kekoa, Damien Hobgood venceu com dificuldade o simpático surfista português. Tiago surfou tão bem quanto na bateria que venceu Jordy Smith, mas não foi páreo para o inspirado Hobgood. Seu Irmão C.J também venceu seu confronto contra Luke Stedman.

Antes de C.J, na nona bateria do dia, Jeremy Flores perdeu Heitor Alves. O francês começou na frente, mas com a tranquilidade de um bom cearense, Heitor pegou duas boas ondas, 8.77 e 7.00, e virou para cima de Jeremy. Da-lhe Heitor!

As últimas três Baterias desta fase foram empolgantes, Michel Bourez venceu o Cooly Kid menos Cool dos três, Dean Morrison, Mick Fanning fez uma grande atuação contra o frances  Michael Picon e Kieren Perrow passou pelo outro francês Tim Boal

micheal

Michel Bourez foi para as oitavas

Para fechar o dia, rolou uma Expression Session onde o vencedor ia ser escolhido via Facebook. Quem levou a melhor foi Dane Reynolds.

A nova chamada para o inicio das oitavas rola amanha por volta das 11h30min, e as baterias da amanha ficaram assim:

1. Bede Durbidge x Kai Otton

2. Josh Kerr x Adriano de souza

3. Taylor Knox x Roy powers

4. Dane Reynolds x Rob Machado

5. Kelly Slater x Kekoa Bacalso

6. Damien Hobgood x Heitor Alves

7. C.J Hobgood x Michel Bourez

8. Mick Fanning x Kieren Perrow

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: