Liberdade

Estava no meio de uma aula de T.R.E.P (Tecnica de reportagem, entrevista e pesquisa) na faculdade, mas na verdade queria estar na praia, surfando, quando eu escrevi isso aqui.
Outro dia li em uma revista, uma materia onde algumas pessoas dizem qual o momento de suas vidas em que eles se sentiram mais livres, se eu fosse um dos entrevistados diria que eu me sinto livre quando eu estou surfando. Não sou nenhum Fabio Gouveia, muito menos um Kelly Slater, mas eu adoro quando entro no mar com a minha prancha e fico lá no fundo sentado esperando uma serie chegar. Se eu chego na praia e no mar não tem nenhuma onda, nem uma misera marolinha, eu fico desanimado querendo ir embora logo.
Infelizmente eu moro em São Paulo e como todo mundo sabe aqui não tem praia. Todos os dias eu ligo no Disk-surf, ouço aquele "Aloha Pessoal" que vem junto com as previsões de como as ondas estão quebrando no litoral e fico com uma vontade louca de pegar o carro e descer a serra, mas tenho carta de motorista só a alguns meses por isso chefe lá de casa não libera.
É parece que por enquanto vou ter que continuar por aqui mesmo, aguentando o professor falando e essa chuva que desanima qualquer um em São Paulo
Até mais..

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: